Pacientes lotam corredores do maior hospital do RN à espera de cirurgias ortopédicas - Joabson Silva

NOVAS

01/11/2018

Pacientes lotam corredores do maior hospital do RN à espera de cirurgias ortopédicas


Sessenta e um. Esse era o número de pessoas internadas nos corredores do Hospital Walfredo Gurgel, maior unidade do RN, nesta quinta-feira (1º), segundo confirmou a direção da unidade. Cerca de 23 aguardavam por uma cirurgia ortopédica. A superlotação acabou deixando pelo menos oito ambulâncias presas no local, por causa das macas que foram usadas como leitos improvisados nos corredores.

O problema aconteceu porque os pacientes recebidos pelo Hospital Walfredo Gurgel, e que precisam de cirurgias ortopédicas, normalmente são encaminhados para o Hospital Memorial, através de uma parceria com o Governo do Rio Grande do Norte e a Prefeitura de Natal. Porém, os pagamentos do convênio estão atrasados.

De acordo com a unidade, o executivo estadual não efetua o pagamento há três meses, enquanto o atraso nos repasses da prefeitura chega a seis meses. A dívida já está na casa dos R$ 2 milhões, afirma a unidade. Com isso, o número de transferências caiu em 70%.

Segundo a assessoria do Walfredo Gurgel, a fila de espera dos pacientes para as cirurgias já ultrapassa o número de duas mil pessoas em virtude dos atrasos nos repasses.

A Secretaria da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) informou que enquanto o Hospital Memorial não faz os procedimentos cirúrgicos, vai disponibilizar material e reforçar a equipe médica do Walfredo Gurgel para tentar diminuir a superlotação.

Segundo a Sesap, pela ausência de documentos e informações do município de Natal, o termo de compromisso entre os entes públicos não foi finalizado. Dessa forma, a pasta afirmou que tem recursos, mas não tem um instrumento contratual que avalize o repasse. A secretaria afirmou que procurou o Ministério Público para encontrar um mecanismo, junto à Justiça, que dê o aval à transferência.

G1