Sejuc inicia nova formação para agentes penitenciários - Joabson Silva

NOVAS

23/11/2018

Sejuc inicia nova formação para agentes penitenciários


O Curso de Formação Específica para os candidatos-alunos para o cargo de agente penitenciário foi iniciado no último dia 20 de novembro. A secretário de Justiça e Cidadania vai formar 213 pessoas, entre homens e mulheres, com posse de 90 num primeiro momento, ocupando as vagas no Sistema Penitenciário do RN, segundo sua necessidade.

O titular da Sejuc, Mauro Albuquerque, ressaltou que os novos agentes chegam num momento de grande transformação no sistema penal do estado, no qual se adotam procedimentos base, há valorização profissional e reestruturação de unidades. “Agente não é só para abrir e fechar cadeado. Precisa ser capacitado, ter conhecimento em vários segmentos. É sinônimo de proatividade e deve ser especialista em segurança penitenciária”, lembrou.

O concurso para Agente Penitenciário, nível I, foi desenvolvido de forma ágil no ano passado, pelo Governo do Estado. Incorporou aos quadros da Sejuc 571 pessoas, aumentando o efetivo em 60%. No entanto ao logo do ano e da formação anterior alguns alunos-candidatos e agentes empossados optaram por deixar o cargo para assumir outros, abrindo portanto vagas remanescentes. Foram chamados candidatos habilitados e classificados, em número igual ao de vagas ociosas, obedecida a ordem de classificação.

SOBRE O CURSO

O Segundo Curso Específico de Formação de Agente Penitenciário (CEFAP/SEJUC) possui conteúdos adequados à Matriz Curricular Nacional para a Educação em Serviços Penitenciários, do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), do Ministério da Justiça. Abrange disciplinas teóricas e operacionais, além do estágio supervisionado, totalizando carga horária de 252 hora/aula.

O curso funciona diariamente, em período integral de domingo a sexta-feira, nos turnos manhã, tarde e noite, com carga horária de até 12 horas/aulas, podendo ser utilizados sábados, domingos, feriados e pontos facultativos para as aulas. As atividades são realizadas em sala de aula (disciplinas teóricas), espaço específico (operacional), e unidades prisionais (estágio supervisionado) com frequência do aluno controlada por sistema de biometria.

Ministrados por uma equipe experiente de professores, o conteúdo tem base em quatro eixos específicos: administração penitenciaria; saúde e qualidade de vida; segurança e disciplina e relações humanas e reinserção social, distribuídos em 28 disciplinas. “Os alunos do Cefap/Sejuc sairão da formação sabendo manejar todos os instrumentos e equipamentos necessários ao seu trabalho como agente penitenciário”, garantiu o titular da Sejuc.