Um ano de Reforma Trabalhista: o que mudou nas relações entre empregado e empregador - Joabson Silva

NOVAS

19/11/2018

Um ano de Reforma Trabalhista: o que mudou nas relações entre empregado e empregador


Em vigor desde 11 de novembro de 2017, a reforma trabalhista completa um ano nesse mês. A medida, que divide opiniões e ainda hoje é alvo de polêmicas, provocou alterações nas relações de trabalho e mudou mais de 100 pontos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A fim de esclarecer dúvidas sobre essas mudanças, a Rui Cadete Consultores, em parceria com a empresa de advocacia Albuquerque Pinto, promove o evento “Reflexões sobre o primeiro ano de vigência da Reforma Trabalhista”, na próxima quinta-feira (22) a partir das 15h30 no auditório da Rui Cadete em Natal.

Ministrado pelo advogado e consultor jurídico especialista em direito do trabalho Pedro Fontenele, o evento é aberto ao público e tem o intuito de esclarecer sobre como a Justiça Trabalhista enxerga as alterações que foram provocadas pela reforma, que instituiu, por exemplo, a modalidade de trabalho intermitente e a formalização do teletrabalho. As alterações também trazem a possibilidade da divisão de férias, assim como o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical.

Para o sócio e diretor da Rui Cadete Consultores, Daniel Carvalho, as mudanças trazidas com a reforma trabalhista já apresentam saldos positivos neste primeiro ano de aplicação. “O principal reflexo percebido foi a grande diminuição dos casos de reclamações trabalhistas, devido à maior flexibilidade permitida com a legislação”, destaca o diretor.

As inscrições para o evento podem ser feitas no site www.ruicadete.com.br/treinamentos e a entrada é 1kg de alimento não perecível.