Governo promete pagar 13º de 2017 até dia 28, e militares suspendem operação - Joabson Silva

NOVAS

21/12/2018

Governo promete pagar 13º de 2017 até dia 28, e militares suspendem operação


O Governo do RN confirmou aos representantes de associações de policiais e bombeiros militares que vai pagar até o dia 28 de dezembro o 13° salário do ano passado para os militares que ainda não receberam o abono. Com isso, a categoria suspendeu a paralisação que pretendiam iniciar nesta sexta-feira, 21, em protesto contra o atraso nos pagamentos.

A definição sobre o pagamento aconteceu após uma reunião de praças e oficiais militares com a cúpula da área de segurança pública do Governo do Estado. Eles reivindicavam uma definição sobre o pagamento do 13° salário de 2017 e 2018 e a folha de dezembro deste ano. Outra reivindicação é a melhoria dos equipamentos utilizados para o trabalho, entre eles o fardamento.

O subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), relatou ao Agora RN que o Governo do Estado anunciou que terá R$ 60 milhões em caixa no dia 28 e que R$ 20 milhões seriam suficientes para quitar o 13°. A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança também confirmou a informação.

OPERAÇÃO PADRÃO

Os militares ameaçaram o Governo de realizar a chamada Operação Segurança com Segurança nos mesmos moldes da que foi realizada no final de 2017. Na oportunidade, os policiais e bombeiros ficaram “aquartelados”, ou seja, não deixaram os batalhões para fazer o policiamento.

O movimento só foi interrompido após a gestão de Robinson Faria firmar um acordo para pagar salários atrasados. Segundo a categoria, grande parte do acordo não foi cumprida.

ATRASO DE SALÁRIOS

No quesito financeiro, a categoria cobra o pagamento integral do décimo terceiro salário de 2017 (até o momento recebeu apenas os que têm salário até R$ 5 mil), o pagamento do 13° salário de 2018 (apenas os servidores públicos com fundo próprio receberam) e previsão de pagamento do salário de dezembro, que ainda está sem data certa para débito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário