Justiça do Egito investiga vídeo de sexo em pirâmide - Joabson Silva

NOVAS

12/12/2018

Justiça do Egito investiga vídeo de sexo em pirâmide


Um fotógrafo dinamarquês, identificado como Andreas Hvid, afirma ter escalado uma das pirâmides do Egito. Mais do que isso, o homem diz ter feito sexo em cima da construção, que é considerada uma das sete maravilhas do mundo antigo.

O artista, que é conhecido por fazer fotos de nus artísticos e em cima de prédios altos, divulgou, em seu site, uma foto e uma gravação daquela que teria sido sua maior empreitada. O retrato mostra um casal transando no alto da pirâmide. Já o vídeo de três minutos retrata apenas os dois escalando o monumento e termina com a mulher tirando a blusa. Na descrição do vídeo, Andreas afirma que escalou a Grande Pirâmide de Gizé (também conhecida com Pirâmide de Quéops) com uma amiga, no fim de novembro.


De acordo com a rede norte-americana CNN, o ministro das Antiguidades egípcio, Khaled al-Anani, chamou o ato de uma violação da moralidade pública e disse que o caso será investigado pelo procurador-geral do país. Já o diretor-geral da região de Gizé — onde estão as pirâmides —, Ashraf Mohi, afirmou que o vídeo é falso, uma vez que o local é intensamente monitorado por seguranças, além de contar com uma cerca de 18 quilômetros ao redor. De qualquer maneira, ele também diz que o episódio será investigado e defende que o casal seja proibido de entrar no país até que a apuração seja concluída.

Também segundo a CNN, o fotógrafo contou que escalar as pirâmides do Egito era um sonho seu e que, inclusive, já havia tentado alcançar o feito em outra ocasião e na companhia de outra amiga. Os dois, porém,acabaram detidos por seguranças (cabe lembrar que escalar as pirâmides é ilegal). Por fim, Andreas afirma que atualmente está na Ásia e que não tem planos de voltar ao país árabe no futuro.