Secretário admite troca da Emater para nova pasta no Governo Fátima - Joabson Silva

NOVAS

24/12/2018

Secretário admite troca da Emater para nova pasta no Governo Fátima


Junto com a decisão de manter no cargo o atual titular da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape), o engenheiro-agrônomo Guilherme Saldanha, a governadora eleita Fátima Bezerra (PT) decidiu fazer uma mudança administrativa.

Na próxima gestão do Executivo estadual, Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte (Emater) será transferido para a Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), que vai substituir a Secretaria de Estado de Assuntos Fundiario (Seara).

Compromisso da governadora eleita com a agricultura familiar, a nova pasta será comandada pelo engenheiro-agrônomo Alexandre de Oliveira Lima.

Ao Agora RN, Guilherme Saldanha destacou a desburocratização de licenciamentos de projetos rurais ocorrido no Rio Grande do Norte, o que permitiu a instituições como o Banco do Nordeste (BNB) sair de R$ 140 milhões para R$ 250 milhões em financiamentos a pequenos produtores.

Saldanha também deixou alguns objetivos incompletos que pretende retomar durante o mandato da governadora eleita como, por exemplo, a conclusão do terminal pesqueiro e um trabalho mais efetivo de estruturação da cadeia produtiva da carne.

O titular da Sape garantiu que existe entre ele e o novo secretário da Sedraf um “excelente relacionamento” e assegurou que ambos trabalharão juntos para assegurar o bom andamento dos projetos de governo.

Nesta sexta-feira, 21, a Faern elogiou a escolha da governadora pela manutenção de atual secretário de Agricultura. Em nota assinada por seu presidente, José Vieira, a entidade ressalta que manterá o seu compromisso na manutenção de uma política agrícola que venha beneficiar todo o setor produtivo rural.

José Vieira contou que partiu do deputado federal eleito Benes Leocádio (PTC) o pedido para que a Federação indicasse um nome para participar da transição. “Desde o primeiro momento já defendíamos o nome de Guilherme para continuar no cargo, mas não sabíamos o que a governadora decidiria”, comentou.

Guilherme é o segundo caso de manutenção de nome do atual governo para a próxima gestão. O primeiro foi Mauro Albuquerque, atualmente na pasta de Justiça e Cidadania, que vai se transformar em Administração Penitenciária.

Sobre a transferência da Emater para a Sedraf, Vieira disse que o setor dele não tem qualquer objeção sobre isso. “A Sape precisa cuidar do pequeno, médio e grande produtores. Já a agricultura familiar é um público diferente, que precisaria mesmo de uma pasta específica para atender suas relevantes demandas”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário