Novo comandante quer recuperar autoestima dos policiais militares no RN - Joabson Silva

NOVAS

07/01/2019

Novo comandante quer recuperar autoestima dos policiais militares no RN


O novo comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Alarico José Pessoa Azevedo Júnior, afirmou na última sexta-feira, 4, durante transmissão do cargo, que uma das metas do governo de Fátima Bezerra (PT) será recuperar a autoestima dos policiais, além de melhorar a sensação de segurança com o efetivo atual e aumentar a credibilidade entre a corporação e a sociedade potiguar. “Isso vai demandar muito trabalho e dedicação”, resumiu o comandante.

Alarico Azevedo, que recebeu o Comando Geral da PM do coronel Osmar de Oliveira, também pretende tornar o policiamento mais ostensivo em todo o Estado, fazendo com que o PM trabalhe com mais vigor e determinação. Com relação aos policiais militares que estão cedidos a outros órgãos públicos, o novo comandante preferiu não discutir o assunto, comentando apenas que a situação está sendo analisada pelo Gabinete Civil. “Vamos otimizar com os recursos humanos que temos hoje no comando”, disse.

Na semana passada, em um dos primeiros atos da sua gestão, a governadora Fátima Bezerra assinou decreto que determina o retorno de servidores cedidos aos seus órgãos de origem. A medida se estende aos policias militares. Recém-empossado, o Governo do Estado não sabe o quantitativo de agentes que estão nessa situação.

Alarico Azevedo ingressou na Polícia Militar do Rio Grande do Norte em 1991 e está completando em janeiro 28 anos de atividade na instituição. Ele tem 53 anos e já exerceu o Comando de Policiamento Metropolitano, Academia de Polícia e foi diretor do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Siosp). Antes de assumir o Comando da PM, o coronel estava no comando do Gabinete de Segurança Institucional do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.