Governo Fátima Bezerra vê ‘desvio de dinheiro’ na Ceasa, que era administrada por Theodorico Bezerra Neto - Joabson Silva

NOVAS

18/02/2019

Governo Fátima Bezerra vê ‘desvio de dinheiro’ na Ceasa, que era administrada por Theodorico Bezerra Neto


Blog do FM

Depois de se envolver em uma polêmica com a ex-secretária da Casa Civil da gestão Robinson Faria (PSD), Tatiana Mendes Cunha, após ter postado nas redes sociais um post insinuando haver “fraude e superfaturamento” nos contratos da administração anterior, o governo Fátima Bezerra volta a fazer denuncias sem provas contra gestões passadas. Desta vez, o retrovisor do “denuncismo” foi comandado pela Controladoria Geral do Estado (CONTROL), que proclamou através do portal “Grande Ponto” haver “indícios de graves irregularidades, desvios de dinheiro e má aplicação de recursos públicos” na Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (CEASA).

Um pequeno detalhe: A CEASA foi administrada por um aliado e auxiliar de governo de Fátima Bezerra, o suplente de Senador, Theodorico Bezerra Neto (PCdoB), que hoje é presidente do IPEM, mas serviu ao governador Robinson Faria até março de 2018.

Como perguntar não ofende, os “desvios de dinheiro e a má aplicação de recursos públicos” foram feitos na gestão de Theodorico Neto na CEASA?

Se não foram, quem foi, afinal, o gestor anterior que protagonizou o que a CONTROL chamou de “graves irregularidades”?

O fato é que no atual governo, cada secretário declara o que quer, da forma que quer, mesmo quando se trata de denuncias sem apresentação de provas, feitas tão somente com base na retórica dos auxiliares de governo, que não seguem uma política de comunicação e em sua maioria são desprovidos de experiência para o relacionamento com a imprensa.

Aliás, o governo Fátima Bezerra tem mostrado uma rara competência com relação à nomeação de secretários inexperientes.

Quando não, aproveita mal e coloca no limbo nomes com excelente potencial, como o do ex-deputado estadual Fernando Mineiro (PT), que daria um excelente interlocutor com a Assembleia Legislativa, mas vem sendo tratado como “um peso” pelo atual governo.

Por falar nisso, onde andam petistas históricos e bem preparados, como o ex-deputado Júnior Souto e o ex-vereador Hugo Manso, esse último com trânsito livre nas mais diversas áreas sociais e econômica?

Até mesmo Adriano Gadelha, um bom quadro do PT, umbilicalmente ligado à Fátima Bezerra, está fora do governo.

No mercado da Redinha, entre uma ginga com tapioca e outra, comenta-se que ele, Adriano, virou “babá” do senador neófito Jean Paul Prates, como o objetivo de evitar que Prates coloque as “mangas de fora” e faça besteiras.

Parece ser uma missão difícil essa de Adriano…

Nenhum comentário:

Postar um comentário