ONG mexicana coloca Natal como a oitava cidade mais violenta do mundo - Joabson Silva

NOVAS

21/03/2019

ONG mexicana coloca Natal como a oitava cidade mais violenta do mundo


Números do ranking das 50 cidades mais violentas do mundo, apurados pelo Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, uma organização civil com sede no México, especializada em temas de insegurança, situou Natal como a oitava cidade mais violenta do mundo.

Entre as cidades que integram a lista, 15 estão no México, 14 no Brasil, seis na Venezuela, quatro nos EUA, três na África do Sul, duas na Colômbia e Honduras e uma em Guatemala, El Salvador, Porto Rico e Jamaica. Entre as cidades Brasileiras, a capital potiguar lidera, seguida de Fortaleza em nono lugar.

Nessa pesquisa, pela primeira vez, o México desloca o Brasil, que durante vários anos apresentou o maior número de cidades com uma população 67% maior em relação ao país da América Central.

No ano passado, segundo a mesma pesquisa, foram 15 cidades brasileiras contra 14 mexicanas. O número de homicídios, mesmo assim, registrou quedas em Fortaleza, João Pessoa, Maceió, Manaus e Natal, nessa ordem.

A Venezuela, onde os autores do estudo encontram dificuldades para realizar a pesquisa dadas as dificuldades enfrentadas no país, as informações disponíveis indicaram um crescimento da violência.

Até o começo da tarde desta quarta-feira, 20, a Secretaria de Segurança e Defesa Social do RN (Sesed) não comentou os resultados da pesquisa. Extraoficialmente, o Agora RN apurou irritação entre oficiais da PM com o levantamento, que na opinião deles não tem qualquer base científica.

No estudo, a vizinha João Pessoa está na 44ª posição da lista de 50, onde Detroit, nos EUA, figura na última posição.

No RN, o último fim de semana foi considerado o mais violento do ano até agora. Da última sexta-feira, 15, até o domingo, 17, foram registrados 20 crimes violentos letais intencionais.

Segundo informações do Observatório da Violência do Rio Grande do Norte (Obvio), houve três ocorrências na sexta-feira, oito no sábado, e mais nove no domingo.

Curiosamente, o Rio de Janeiro não figura na relação da ONG mexicana e Acapulco, uma cidade turística que recebe anualmente 6 milhões de visitantes, figura na segunda colocação da lista, perdendo apenas para Tijuana, na região metropolitana da cidade do México.

Top 10

Nenhum comentário:

Postar um comentário