Ex-volante do Flamengo entrega costela no bafo para sobreviver na pandemia - Joabson Silva

NOVAS

30/03/2020

Ex-volante do Flamengo entrega costela no bafo para sobreviver na pandemia


Ex-volante, Douglas Silva fez fama nos anos 2000 com a bola nos pés. Porém, para driblar a crise, assumiu a vida sobre rodas. Dono do Ponto Chic, barraca de costela no bafo, em Padre Miguel (zona oeste do Rio de Janeiro), o campeão carioca pelo Flamengo, em 2004, passou a fazer, ele mesmo, as entregas do delivery. Foi a forma que encontrou de economizar nos negócios.

O ex-jogador, que foi campeão brasileiro pelo Athletico-PR, em 2001, e tem passagens por Grêmio, Sport e Avaí, conta que passou a levar a costela às casas dos clientes para poder cortar custos do orçamento, uma vez que a taxa para o uso de um motoboy estava pesando nas despesas.

“Comecei a fazer as entregas porque a diária do motoboy estava ficando muito cara. Então, eu mesmo meto a mão. Tem a minha mãe que me ajuda, eu preparo a costela, boto na embalagem… Pego capacete, documento e habilitação e vou embora. Aos domingos, trabalho com 50 kg de costela, gira em torno de mais de 40 peças, mais de 40 porções”, explica ele, que completa:

“Vou diminuir o preço para colocar no valor da taxa de entrega. Ao invés de colocar o valor da costela maior, com a taxa de entrega, vou retirar o valor da entrega e vou diminuir como se fosse uma corrida do motoboy.”

Com a pandemia do novo coronavírus, a última venda de costela dentro do Ponto Chic foi no último dia 8. Depois, Douglas aproveitou para celebrar o aniversário de 40 anos e, agora, se programa para retomar, com foco no delivery.

“Trabalho só aos domingos e no dia 15 de março foi o meu aniversário. Mas pretendo voltar, e estou me programando para voltar e fazer as entregas”, indica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário