Latrocínios aumentaram 333% em fevereiro de 2020 no RN - Joabson Silva

NOVAS

03/03/2020

Latrocínios aumentaram 333% em fevereiro de 2020 no RN


O Rio Grande do Norte registrou um aumento de 333% no número de latrocínios – mortes de vítimas durante assaltos – no mês de fevereiro de 2020, na comparação com o mesmo mês em 2019. Foram 13 assassinatos deste tipo, praticamente um a cada dois dias – contra três em fevereiro do ano passado. O número também representa crescimento de 160% na comparação com janeiro, quando houve 5 latrocínios. As informações são do portal G1RN.

As mortes violentas em geral aumentaram praticamente 40% no mês – foram 144 contra 103 no período anterior. Com exceção de lesão corporal com resultado em morte, que se manteve estável, houve crescimento em todos os tipos de crimes letais intencionais ao longo do mês. O aumento da violência ocorre após constatação de quedas nos números da violência no ano de 2019 e mesmo em janeiro deste ano – acompanhados pelo Monitor da Violência, do G1.

Os dados são oficiais, Divulgados no boletim mensal da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine) da Secretaria Estadual de Segurança e do Observatório da Violência do Rio Grande do Norte (Óbvio). O município com maior número de mortes violentas foi Natal, com 25 assassinatos. Segunda maior cidade do estado, Mossoró teve 16 crimes, e foi seguida por Macaíba, com 13.

Latrocínios são as mortes violentas nos casos em que as vítimas morreram durante ou após assaltos. Alguns desses casos geraram comoção no estado, ao longo do mês. É o caso do sargento aposentado da PM Kerginaldo Moura Barbosa, de 65 anos, que foi assassinado durante um assalto na Zona Norte de Natal. Também houve a morte do guarda municipal Carlos Antonio Pereira de Melo, que estava com a família em uma unidade de saúde do município e foi baleado na cabeça ao reagir a um assalto.

Outra vítima da violência foi o jovem Paulo Victor de Brito, de 20 anos, que assassinado após reagir a um assalto em Macaíba, na região metropolitana. De acordo com a família, ele se recusou a entregar a motocicleta aos bandidos. No Oeste potiguar, durante o carnaval, dois homens que eram concunhados morreram após serem baleados por assaltantes em uma casa de praia onde estavam com a família.

Números

Em fevereiro, os homicídios dolosos tiveram crescimento de 31,17% – passando de 77 para 101. As mortes de suspeitos em intervenções policiais também cresceram de 11 para 15 – representando crescimento de 36,36%. O estado ainda registrou 12 lesões corporais seguidas de mortes – o mesmo número de fevereiro de 2019. Também foram registrados três feminicídios, enquanto o mesmo mês do ano passado não teve nenhum.

A região metropolitana de Natal concentrou praticamente metade das mortes violentas: 71. No restante do estado, ficaram os outros 73. Do total de crimes, 135 (93,75%) vítimas foram homens e 9, mulheres. Em 87% dos casos, armas de fogo foram usadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário