PMRN fará licitação emergencial para comprar máscaras, luvas e álcool em gel - Joabson Silva

NOVAS

24/03/2020

PMRN fará licitação emergencial para comprar máscaras, luvas e álcool em gel


A Polícia Militar do Rio Grande do Norte fará um processo licitatório emergencial para adquirir equipamentos de proteção para os agentes de segurança pública do Estado. De acordo com o comandante-geral da corporação, coronel Alarico Azevedo, serão compradas máscaras, luvas e álcool em gel para evitar a propagação do novo coronavírus entre os policiais.

“Estamos em contato com os fornecedores. Está com previsão de chegada para o fim desta semana”, disse o comandante, em entrevista na manhã desta segunda-feira (23) à Rádio Agora FM (97,9), de Natal. No último sábado (21), a PM iniciou em todo o Rio Grande do Norte uma operação para garantir o cumprimento do decreto que restringe a circulação de pessoas no Estado.

Para evitar um aumento exponencial no número de casos de Covid-19 – a infecção causada pelo novo coronavírus –, estão proibidas aglomerações e só o comércio essencial pode funcionar. Além disso, estão suspensos todos os eventos que reúnam mais de 50 pessoas. Segundo o coronel Alarico Azevedo, o trabalho da polícia tem sido primeiramente de orientação. Policiais estão usando o serviço de alto-falante das viaturas para recomendar à população que fique dentro de casa e evite aglomerações.

No fim de semana, esse trabalho de orientação foi realizado nas praias. O comandante-geral da Polícia Militar pede à população que ligue para o 190 em casos de descumprimento do decreto. “Primeiramente, é orientação. E as pessoas estão atendendo. Caso haja alguma insistência, nós identificamos quem é o proprietário ou quem estiver à frente da aglomeração e fazemos a condução do cidadão à delegacia, por descumprimento da lei. Precisamos nos cuidar”, afirmou o coronel.

Coronel Alarico destacou que, caso haja necessidade de abordagem a cidadãos, os policiais estão orientados a fazer o procedimento a uma distância de segurança, para evitar possível contágio. A possível condução para a delegacia deve acontecer com os vidros das viaturas abertos, sem utilização do ar condicionado, para diminuir a chance de contaminação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário