TRE-RN mantém calendário e prazo para filiação partidária termina dia 4 de abril - Joabson Silva

NOVAS

30/03/2020

TRE-RN mantém calendário e prazo para filiação partidária termina dia 4 de abril


Apesar da suspensão das atividades presenciais diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e do isolamento social, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) decidiu manter as datas do calendário eleitoral. Um exemplo é o prazo para filiação partidária daqueles interessados em se candidatar nas Eleições 2020: termina no próximo sábado, dia 4 de abril.

A informação foi confirmada pelo presidente do TRE-RN, desembargador Glauber Rêgo, durante sessão plenária realizada por videoconferência entre os membros da Corte. “Os pretensos candidatos têm prazo de até seis meses antes da eleição para pedir filiação, fixado pelo artigo 9º da Lei das Eleições. É importante deixar claro que todo esse serviço de mudança partidária se dá virtualmente. Ela não demanda a prestação do serviço eleitoral e é feito a partir do Sistema FILIA”, explicou.

O módulo externo do Sistema é alimentado por todos os partidos políticos, contendo a composição partidária de cada um, por tipo de diretório (nacional, estadual e municipal), assim como a lista de seus filiados. Os partidos, por seu turno, têm até o dia 15 de abril para reunir e lançar os pedidos de filiação no Sistema FILIA, que tem comunicação direta e automática com a Justiça Eleitoral. Até o dia 17 de abril todos os dados serão automaticamente processados em listas, por zona eleitoral.

Outra data destacada pelo presidente do Tribunal foi o dia 24 de abril, quando já será possível a retirada de certidões de filiação, um dos documentos necessários para a elegibilidade dos futuros candidatos.

Diante da suspensão dos atendimentos em cartórios eleitorais prevista na Resolução nº 03/2020 do TRE-RN e ratificada por resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o presidente Glauber Rêgo ainda ressaltou a preocupação com o cumprimento do calendário eleitoral, mas destacou os esforços da Justiça Eleitoral para a realização da Eleição 2020 no dia 4 de outubro. “Faço questão de deixar claro que o compromisso de quem faz a Justiça Eleitoral é de não medir esforços para realizar as tarefas que são ali previstas”, afirmou o desembargador, em referência à postura do futuro presidente do TSE, Luis Roberto Barroso, que deve ser empossado em abril.

“No momento, os esforços que temos somado e realizado é no sentido de que, no dia 4 de outubro, tenhamos as eleições municipais”, concluiu o presidente do TRE-RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário